COACH LEVEL: WORLD CLASS

Bachelors Degree em Exercise and Sports Sciences (Ciências do Exercício e dos Esportes) com ênfase em fisiologia do exercício pela Universidade da Flórida, College of Health and Human Performance.

Hugo graduou com Honra obtendo um GPA de 3 .82/4.0 e graduou entre os melhores 10% de sua turma.
Hugo possui várias premiações acadêmicas:
International Students award, 19 de Abril de 2000. Um prêmio dado aos estudantes internacionais de destaque da Universidade da Flórida;

President’s Honor Roll no primeiro semestre de 2000. Um prêmio dado pelo Reitor da Universidade aos estudantes que conseguem a 
maior nota  (GPA 4.0) durante o período de um semestre;

Thomas F. Hayes Memorial Undergraduate Scholarship em 26 de Janeiro de 2001. Prêmio dado ao melhor ciclista/estudante da 
Universidade da Flórida;
Membro da Golden Key Society por excelência no estudo acadêmico.

Vale ressaltar que faz parte dessa” sociedade” apenas pessoas 
convidadas e com êxito acadêmico. Todos os presidentes dos EUA fazem parte da Golden Key;

President’s Honor Roll no segundo semestre de 2002.Um prêmio dado pelo Reitor da Universidade aos estudantes que conseguem a maior nota (GPA 4.0) durante o período de um semestre;
Certificação de técnico de triathlon pelo USA Triathlon;

Certificação de técnico de ciclismo pelo USA Cycling;
Graduado pela CTS Coaching College, empresa líder em treinamento esportivo no mundo.  Lance Armstrong foi um dos atletas treinados pela empresa;

Realizou curso do software de análise de treinos POWER COACH na Suíça em Dezembro de 2009;

Certificado do Curso Internacional de Eletroterapia-Compex em Outubro de 2010.

Hugo já foi atleta profissional de Triathlon, Ciclismo no Brasil e no exterior e atualmente é atleta profissional de mountain bike figurando entre os melhores do país.  Hugo já competiu em mais de 500 competições nesses esportes e possui inúmeros resultados expressivos no Brasil e no exterior.  Devido ao grande destaque no ciclismo do Triathlon, decidiu concentrar-se nessa modalidade. Desde então, Hugo subiu da categoria 5 para a PRO 1 em apenas 2 anos no ciclismo nos EUA(2001-2002).
De volta ao Brasil em 2002 fez parte de alguns times profissionais de ciclismo no Brasil, entre eles o time campeão da Volta Internacional de 2003, DATARO BLUMENAU e obteve inúmeros resultados expressivos, principalmente em corridas de etapas.  Em 2005 até a data presente Hugo tornou-se um dos grandes nomes da Elite do Mountain Bike nacional, sendo considerado por muitos especialistas, número 1 do país em provas de etapas de MTB.

Alguns resultados como atleta profisisonal:

2011
·          Campeão do Six(6hrs de MTB)
2010
•       Melhor dupla brasileira da historia do Absa Cape Epic – Africa do Sul
•       Campeao X-Terra MTB Teresopolis
•       Vice Campeao Geral Big Biker Cup
•       Vice Campeao Onca do Pitangui
•       Vice Campeao Big Biker Cup #3
•       3o lugar Big Biker #4
•       3o lugar X-Terra Tiradentes-MG
•       5o lugar Copa Internacional de MTB #2
•       Participacao na Gran Raid Suica Agosto de 2010
2009
•       Campeão Big Biker Cup 2009
•       Campeão Big Biker Cup 1ª e 4ª etapa
•       Campeão Desafio Monavie Iron Biker Brasil
•       Vice-Campeão Iron Biker Brasil
•       3º lugar Brasileiro de Maratona
•       3º lugar Cerapió
•       6º lugar Iron Bike Itália
•       Campeão Onça do Pitangui
•       Campeão Maratona Serra do Cipó
2008

•       4o no ranking brasileiro(até Julho/08)
•       Campeão do 5hrs de MTB de BH
•       Campeão da Copa Cipó de MTB
•       Vice-Campeão da Copa Ale Incofidentes de MTB 1 etapa
•       Vice-Campeão Copa Sul Minas 2ª etapa
•       3º colocado no Power Biker
•       3º colocado Pegeout Trip Trail
•       6º colocado na 1ª seletiva para os jogos Olímpicos
2007

•       Campeão 12 hrs de MTB SOLO
•       Campeão do Big Biker Cup 3ª Etapa
•       Vice Campeão Gruyere Cycling, Suíça
•       Vice-Campeão Big Biker Cup
•       3º no Desafio Red Bull de Maratona/Copa Internacional
•       3º GP Itabirito de Ciclismo
2006

•       3º lugar Iron Bike Itália.  Único latino-americano a subir no pódio na história da competição