Pedro Parisi, de Belo Horizonte

Atletas da Overthetop Consultoria Esportiva (OCE) conquistaram os pódios no Campeonato Brasileiro de Mountain Bike Cross-Country Olímpico (XCO) neste domingo, em Domingos Martins, Espírito Santo. Lúcio Otávio foi o campeão na categoria sub-30 e Abraão Azevedo conquistou pela décima vez o titulo de campeão brasileiro, desta vez na categoria master C1, com o tempo de 1h04min03s. Na elite, Sofia Subtil faturou a 5ª colocação, atrás da campeã, Raíza Goulão, Letícia Cândido, que ficou em 2º, Erica Gramiscelli, em 3º e Viviane Favery em 4º.

O atual campeão brasileiro sub-30 confirma o favoritismo e mantém a camisa com a bandeira nacional.

A Cannondale Powerhouse LT participou da disputa com dois atletas competindo nas categorias de base. Thiago Freitas foi vice-campeão na sub-17. Luan Raphaelli, chegou em 6º na sub-15.

De acordo com a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC), foram 19 categorias brigando pelo título de campeão brasileiro. Os vencedores ganham a camisa de campeão nacional, que pode ser utilizada em competições oficiais até o fim da temporada.

Na categoria Master B1, o atual campeão panamericano, Silvinho Amorim, levou a medalha de bronze, completando as quatro voltas no circuito em 1h03min53, atrás de Marconi Ribeiro, que venceu com 1h02min03 e Leandro Rambo, vice-campeão com 1h02min10. O atleta Remerson Neri faturou a 5º colocação na categoria A2.

Abraão Azevedo comemora o décimo título de campeão brasileiro.

Na elite masculina, o paulista Luiz Henrique Cocuzzi levou a camisa de campeão brasileiro. Em 2º lugar ficou Henrique Avancini, da Cannondale Factory Racing, em 3º Sherman Trezza, 4º, Daniel Grossi e 5º, Guilherme Muller.

“O circuito era bem misto com muita subida e um final bastante técnico. Gostei muito de participar da prova e poder sair com a vitória. Cruzei a linha de chegada completamente arrepiado com o calor da torcida, foi indescritível. Esse foi meu 7º título nacional da carreira sendo o primeiro na elite, então tem um gostinho muito especial”, destaca Cocuzzi.

Fonte: Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC)